Taiwaneses criam peixe transgênico fluorescente

Iniciativa é de academia de ciências do país e de empresa de biotecnologia. Presidente da companhia diz que espécie ornamental pode se reproduzir.

Experimento é da Academia Sinica e da Jy Lin

Experimento é da Academia Sinica e da Jy Lin (Foto: Pichi Chuang / Reuters)

A Academia Sinica, o centro nacional de ciências de Taiwan, e a companhia de biotecnologia Jy Lin apresentaram nesta quinta-feira (16) peixes fluorescentes, resultantes de modificação genética. É a maior espécie de peixe transgênico para luminescência capaz de cruzar e reproduzir, declarou Yu-Ho Lin, presidente da Jy Lin. Os acarás, peixes do gênero Pterophyllum, estão sendo criados em Pingtung. Após as devidas certificações, cada peixe será vendido por cerca de US$ 30 (cerca de R$ 52).

Acarás, peixes ornamentais do gênero Pterophyllum, estão sendo criados em Pingtung

Acarás, peixes ornamentais do gênero Pterophyllum, estão sendo criados em Pingtung (Foto: Pichi Chuang / Reuters)

 

Link: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2010/09/taiwaneses-criam-peixe-transgenico-fluorescente-que-vai-custar-r-52.html